Segurança Alimentar

Segurança Alimentar ( Autocontrolo e HACCP)

A protecção da saúde pública, os interesses dos consumidores e dos vários operadores da cadeia alimentar obrigam à adopção de medidas de boas práticas de higiene alimentar de forma a prevenir, eliminar e ou reduzir os riscos que podem surgir ao longo de todas as fases do processo, nomeadamente: produção, preparação, transformação, fabrico, embalagem, transporte, distribuição, manuseamento e venda ao consumidor.

O sistema HACCP procede à harmonização das normas gerais de higiene aplicadas aos produtos alimentares em todas as fases do processo. Torna-se obrigatório para todas as empresas do ramo alimentar, nomeadamente os estabelecimentos onde se confeccionam, servem e comercializam produtos alimentares ao público em geral ou a colectividades.

Os princípios fundamentais do HACCP têm enquadramento legal no Codex Alimentarius e no Regulamento CE 852/2004, de 29 de Abril


As principais vantagens de um sistema HACCP são as seguintes:

  1. Permite ás empresas assegurar a qualidade e segurança dos produtos que l ançam no mercado;
  2. Reforça a segurança dos produtos;
  3. Proporciona maior confiança dos clientes nos produtos;
  4. É um sistema flexível que pode ser adaptado a várias áreas da empresa;
  5. Permite ás empresas evidenciar que cumprem a lei;
  6. Promove uma diminuição de desperdícios;
  7. Evita problemas causados por pragas;
  8. Incentiva as boas práticas de fabrico;
  9. É um método reconhecido internacionalmente.